Minha Primeira Habilitação

|| || Nenhum comentário ♡

Oie, tudo bem com vocês? 

No post de hoje eu venho falar sobre um assunto muito sério, temido, desejado, e odiado. Pode ser só um ou todos esses sentimentos envoltos. A primeira habilitação. 

Acredito que eu não tenha dito aqui no blog, mas eu abri meu processo para tirar minha carteira de motorista em junho do ano passado, e até então estava lutando pra conseguir ela. O processo em si, é muito demorado, por questões de prazos, datas e disponibilidade própria para pegar as aulas e poder conseguir cumprir todas as exigências do DETRAN. 

Como faz bastante tempo eu realmente não vou conseguir lembrar exatamente todos os prazos que devem ser cumpridos, mas vou contar brevemente minha experiência (e se deus quiser, minha única. Gente sério, sem querer assustar, mas Deus me livre.) com minha CNH.  Enfim, como a história é um pouco grande eu vou deixar aqui um índice com os tópicos que eu vou falar. Se vocês só querem saber como foi que eu me sai nessa doideira toda, vocês podem ir para os tópicos que determinei como meus.

「     ÍNDICE    」

★ Abrindo o processo
★ O processo 
★ Aulas teóricas
★ Prova teórica
★ Aulas práticas
★ Prova prática
★ Minha experiência 
      • Meus instrutores
      • Minhas provas prática
★ Conclusão


Resultado de imagem para primeira habilitação tumblr

Estou crescendo e o blog também ♡

|| || Nenhum comentário ♡


Oie! Tem sido um longo tempo até hoje não é mesmo? 

Normalmente eu venho sempre aqui escrever textões e afins, mas hoje eu realmente percebi que eu tenho envelhecido, e com isso o blog também! Os assuntos tem sido moldado a minha personalidade, e a como eu venho me sentindo. E perceber isso me deixou mais instigada a voltar a escrever e contar sobre a minha vida. Apesar de amar bloggar, eu acabei deixando aqui de lado, por uma razão ou outra, infelizmente. Mas essa semana eu estava na faculdade com minhas amigas, e eu estava mostrando pra elas meu blog, e foram tantas memórias, que senti muita falta daqui.

Atualmente nada de muito emocionante tem acontecido na minha vida, exceto algo que vai ficar para um post especifico. Mas nesse meio tempo eu tenho me descuidado bastante. Eu tenho trabalhado excessivamente, principalmente no início do ano, eu trabalhei muito. Com isso: Ganhei peso pra caramba, e nao existe mais cuidado algum com meu cabelo, ou minha pele. Sinceramente eu vejo minhas fotos ano passado, e não da pra acreditar que cheguei no nível que estou hoje.

Eu sempre penso que eu posso ter o quarto mais lindo, várias roupas e sapatos, o melhor telefone, mas nada disso vale a pena se eu não consigo gostar de mim quando me vejo no espelho. Acaba sendo totalmente em vão, e isso me deixa totalmente triste. Eu tenho vontade de sair de casa, de me vestir bem, mas no fim acaba da mesma forma: cabelo preso, calça velha, blusa pra esconder a gordura, olhos fundos, e auto-estima na pqp. 

Mas enfim, fazer o que não é mesmo? Eu não tenho feito nada pra controlar isso, mesmo que eu queira muito. Não sei, eu preciso me reprogramar. Felizmente a única coisa que estava me matando eu finalmente matei ela e agora eu tenho uma mente mais clara e mais limpa. Vamos ver como as coisas andam. 

Entretanto apesar de todas essas coisas, eu estou muito feliz. Minha vida está correndo bem. E vou fazer o possível para melhorar. 

Nunca duvide de si

|| || 2 comentários ♡


Gostaria de dizer que eu sou uma pessoa de 100% baixa auto-estima e de dúvidas sobre o que eu sou. Teve um anônimo outra vez que comentou sobre isso aqui no blog, e eu tive que concordar com ele. Mas a gente segue em frente. O que eu quero dizer aqui, é que talvez, só talvez eu esteja com 99% de baixa-auto estima. 

Como sempre eu não vou detalhar acontecimentos, mas quero dizer que mesmo não confiando em mim, eu dou o meu melhor todos os dias. Sendo na dança, na escola, nas amizades, e em casa. Eu tento melhorar como ser, e mesmo que eu não veja nenhuma evolução nisso, eu fico muito feliz que as outras pessoas consigam enxergar isso em mim. 

Ser chamada para fazer algo no meio de tantas pessoas, ser razão de orgulho por menor que seja a coisa dentro da família; enfim, esse tipo de coisa me deixou e me deixa tão feliz a cada dia, que eu não posso acreditar que esse tipo de mérito é meu. Muitas coisas como meu próprio corpo, ou minha mentalidade, me fazem acreditar que não tenho o mesmo nível das outras pessoas, quero dizer, o mundo me faz me enxergar assim, o que acontece na minha vida me faz ter esse tipo de visão, mas felizmente tem pessoas que veem muito além disso e me dão uma chance pra mostrar o que eu sou e como posso ser boa também.

Graças a essas pessoas, eu posso me sentir um pouquinho mais feliz.
Meu muito obrigada a todas vocês por todas as chances. Irei acatar com muito amor!